CAROL ROMERO  E artista beleza há dez ano e Faz da SUA Profissão A SUA Força de Expressão. A maquiagem e o cuidado com os cabelos são para ela, acima de tudo, formas genuínas e ancestrais de valorizar a beleza e a beleza negra, e transformar sua arte em pautas importantes para discutir uma afrodescendência no Brasil.

“Quando comecei no mercado da maquiagem, não se falava em pele negra. Na época, trabalhando em editoriais, eram só mulheres brancas à frente das câmeras”, conta. Além da falta de representatividade na mídia, a mulher negra também não se enxergava nas prateleiras de lojas e perfumarias: apesar de 54% da população brasileira se autodeclarar preta, era muito raro encontrar, por exemplo, mais de um tom de base para peles negras.

Foi somente ao trabalhar para uma marca de cosméticos criada por uma negra, que a
maquiadora teve contato, de fato, com produtos voltados para as diversas tonalidades desse tipo de pele. Sendo assim, a expert direcionou, naturalmente, a sua carreira para esse segmento, o que abriu portas para trabalhos em música, cinema e moda. Das experiências mais recentes, pode-se destacar a parceria com a rapper Ana P. e com a cantora e MC Drik Barbosa, artista da LAB, selo musical de Emicida.

Formada em maquiagem cênica e peles negras pelo SENAC, Carol Romero também tem experiência em educação profissional, já que criou workshops especializados e ministrou aulas para Liceu de Maquiagem, Muene Cosméticos e, mais recentemente, MAC Cosmetics.

Além disso, a beauty artist tem ampla experiência em maquiagens para noivas e madrinhas, sendo colaboradora das empresas Puntuale e Magnolia Noivas. Versátil, também tem domínio da arte de penteados.

Escreveu um  livro de maquiagem para a pele negra, em que reúne técnicas específicas de preparo para cada tonalidade. Segundo a especialista, o propósito da publicação é democratizar esse tipo de informação tanto para aspirantes quanto para maquiadores profissionais.

carol-romerp-fundo-roxo-ok

EXPERIÊNCIAS

  • FILMES E SERIADOS

    PSI (HBO)
    13 Dias Longe do Sol (Globo)
    Talvez uma História de Amor (Warner Bros)
    Amor Dá Trabalho (Downtown Filmes)
    Gostosas, Lindas & Sexies (Paris Filme)
    Selvagem (Pietá Produtora)
  • FILMES E VIDEOCLIPES

    Filmes:

    • Fábula de Vó Ita (Oxalá Produções)
    • Documentário A Última Abolição

             Videoclipes:

    • Ok Mama – Thaide (Pogo Filmes)
    • Eu Preciso ir – Tatiana Bispo (Thiago Santino)
    • DVD 25 anos Mr. Catra (AT + G)
    • Chapa – Emicida part. Batucaderas do Terreiro dos Orgãos (LAB)
    • Rouxinol – Rael (Rodrigo Zanchini)
    • Minha Lei – Rael part. Apolo, Massao e Ogi (Rodrigo Zanchini)
    • Pretas Panteras – Débora Garcia (Oxalá Produções)
    • Ideal – Emicida, Rael e Capicua (Gabi Jacob)
    • Melanina – Drik Barbosa part. Rincon Sapiência (LAB)
    • Ana Preta – Ana P (Casa 1) 
    • Vamo Aê- Ana P
    • Inconsequente – Drik Barbosa (LAB)
    • Trincheira – Slam das Minas part. Drik Barbosa (LAB)
    • O Que se Cala – Elza Soares 
    • Coruja Bc1 -Eramos tipo funk (mateus rigola)
    • Coruja Bc1-Apócrifo (mateus rigola)
    • Indee Styla feat Drik Barbosa -hijas de la liberdad (lab)
    • Drik Barbosa Quem tem joga ( LAB)
    • Tatiana Bispo -Não quero parar (ganga)
    • Dryca Ryzzo- Telefona
    • Liberdade -Drik Barbosa feat Luedji Luna e R.A.E (Lab)
    • Djonga – Recadin pros falador -(ceia)
    • Emicida feat Drik Barbosa – Mil coisas (Lab)

  • WORKSHOPS

    • Liceu de Maquiagem
    • Muene Cosméticos
    • MAC Cosmetics
    • Sephora (mac cosmetics)
    • Sephora (bumble and bumble)
    • Madre Conhecimento 
    • Kryolan Brasil 
    • Instituto Dailus

  • IMPRESSO

    Capa revista GQ ed 103 Emicida
    Revista Bebo Melhor c/ Thaide e Ana
    Revista Fearless c/ Rico Dalasam