Autoestima :  sinônimo da palavra autoaceitação; ” uma postura positiva com relação a si mesmo como pessoa .

Autoestima inclui elementos como estar satisfeito e de acordo consigo mesmo,respeito a si próprio, ser um ”consigo mesmo” e estar em casa no próprio corpo”.

Pode parecer uma pergunta estranha, errada e para alguns até soar como uma pergunta cheia de mi mi mi como costumam dizer .
Em  2017 ainda vemos traços do Brasil do sec 19 e sua  cultura eugenista,  principalmente na indústria da beleza e moda o que nos faz crer que as mulheres negras não são padrão de nada.

As mulheres preta ainda são chamadas de  exóticas, separadas e  tratadas de forma diferentes, só não são guardadas em jaulas como no século 19 porque não é mais permitido. (Mas garanto que seria a vontade de muitas pessoas).
Que vivemos sob  o mito da democracia racial é fato,  isso se torna público e claro quando temos que brigar por nosso direito de permanecer e de estar em lugares públicos.

Raramente vemos campanhas somente com mulheres negras e quando fazem, existe um padrão para a seleção delas,  não podem ter a pele

muito escura, devem ter traços finos e cabelos cacheados . Isso  é uma forma de exclusão ou classificação de pessoas negras .

Oque já faz com que muitas mulheres tenham problema diversos problemas com sua autoestima .

autoestima-mulher-preta-maquiagem-pele-negra O cabelo crespo é uma das características dos povos africanos bem como nariz largo lábios grandes entre outras características.

  No país de maioria preta segundo o IBGE, ainda existe esse tipo de discriminação.

Eu posso falar sobre esse assunto, levando em conta a minha area de atuação.

Muitas agencias tem a demanda de castings para selecionar mulheres pretas para  trabalhos mas, sempre dão um jeito de  selecionar uma pessoa de pele clara e cabelo cacheado .
É uma cultura de ódio tão perversa.

Atinge até as crianças e faz com que elas se odeiem desde pequena.
Isso acontece em tautoestima-mulher-preta-maquiagem-pele-negraodos os países mas principalmente no Brasil o país que aboliu a escravidão mais tardiamente e , ainda tem resquícios deste modus operandi.
Posso citar como exemplos, marcas de maquiagem importadas que vem para o Brasil;ao olhar a cartela de cores dessas marcas nos seus países de origem,  têm uma gama  de base para peles preta,  quando elas vem para o Brasil vem com uma ou duas cores.

Normalmente cores que não favorecem a todos os tons de pele preta,apenas os mais claros, eles fazem isso porque tem a concepção de que essas cores não vão ser vendidas aqui no Brasil.

Até hoje só existem duas marcas  brasileiras que criaram bases exclusivas para pele preta, a Pioneira em criar bases e pancakes para pele preta a  Muene Cosméticos  e a outra é a Negra Rosa lançada em 2016

Esse tipo de situação, faz com que as mulheres pretas achem  cada vez mais difícil encontrar bases para o seu tom de pele .

O que, de certa forma acaba reforçando o pensamento de que se arrumar nao é para mulher negra ,  o que é um direito para todos .

Este é ou não um fator determinante para a baixa autoestima ?

Reflitam